Democratas Pedro Lupion - Democratas

Pedro Lupion PR

Deputado Federal

Filho do ex-deputado Abelardo Lupion e bisneto do ex-governador Moysés Lupion, Pedro Lupion se tornou mestre em Política nas Universidades Francisco de Vitória e Rey Juan Carlos (Espanha). Especializou-se em Administração pública e Governança na George Washington University, e em Comunicação Política e Campanhas Eleitorais, pela Georgetown U. (EUA).

Foi eleito para uma cadeira na Assembleia Legislativa do Paraná por dois mandatos. Lá, foi líder do governo e presidiu comissões importantes, como a de Agricultura. 63 de seus 100 projetos já viraram leis no Paraná.

Em 2018, elegeu-se deputado federal com 92.300 votos de paranaenses ansiosos por mudanças na política nacional. A boa relação com o presidente da República, Jair Bolsonaro, o levou à vice-liderança do governo no Congresso Nacional, posto que ocupa até hoje.

É presidente do Democratas no Paraná e, em maio de 2019, foi escolhido vice-presidente nacional do partido. No mesmo ano, tornou-se coordenador de Política Agrícola e, em seguida, coordenador Institucional da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

Municipalista, Pedro Lupion tem na agropecuária, na segurança pública e no cooperativismo as suas principais bandeiras. Acredita na importância da transparência política e tem como compromisso a realização de um mandato em benefício dos municípios e do desenvolvimento do Paraná e de sua população.

 

Linha do tempo

2008

Conclui o mestrado em política na Universidad Rey Juan Carlos (Espanha) e o programa de Comunicação e Política na Georgetown University (EUA).

2010

Eleito, pela primeira vez, deputado estadual no Paraná, em sua primeira participação nas eleições, com 37.304 votos. Apresenta seu primeiro projeto, que estabelece a Política Estadual de Apoio ao Cooperativismo, que viria a se tornar lei dois anos depois (Lei nº 17.142/2012).

2013

Sancionada lei que Proíbe a cobrança de valores adicionais de portadores de síndromes, projeto de autoria de Pedro Lupion (Lei nº 17.677/2013).

2014

Reeleito deputado estadual, com 63.580 votos. No mesmo ano, apresenta projeto que destina às mulheres vítimas de violência doméstica 4% das unidades de programas de loteamentos sociais e de habitação popular (Lei nº 18.007/2014), de autoria de Pedro Lupion, é sancionado no Paraná.

2015

Eleito, pela primeira vez, presidente do Democratas-PR. Viria a ser reconduzido outras duas vezes, em 2017 e 2019. Comemora a sanção de mais um projeto de sua autoria, a Lei nº 18.669/2015, que dispõe sobre obrigações e diretrizes a serem atendidas por transportadoras de animais vivos de interesse da defesa agropecuária, com valor comercial agregado.

2017

Preside Comissão Temporária para análise de alterações no Regimento Interno da Assembleia Legislativa do Paraná. No mesmo ano, aprova e tem sancionada a lei nº 19.369, que institui a Região de Angra Doce, no Norte Pioneiro (PR), como Área Especial de Interesse Turístico.

2018

Torna-se líder do governo do Paraná na Assembleia Legislativa. Elege-se deputado federal com 92.300 votos. Recebe a Ordem Estadual do Pinheiro, a maior honraria do Paraná, que homenageia as personalidades que tenham contribuído para o desenvolvimento econômico e social do estado.

2019

Assume como deputado federal. Torna-se vice-líder do governo de Jair Bolsonaro no Congresso, e vice-líder do DEM na Câmara dos Deputados. É escolhido vice-presidente Nacional do Democratas e coordenador Institucional da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Apresenta 88 proposições e relata 35 propostas como a Medida Provisória nº 897, para facilitar o acesso a crédito rural. Defende a prisão em Segunda Instância e articula a inclusão do Paraná no bloco de estados livres da Peste Suína, que foi publicada pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Recebe a medalha Almirante Tamandaré, da Marinha, por serviços prestados ao país.

 

Receba nossas novidades por email