Democratas Rodrigo Pacheco - Democratas

Rodrigo Pacheco MG

Presidente do Senado Federal

O senador Rodrigo Pacheco é especialista em Direito Penal. Foi o mais jovem Conselheiro Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, entre 2013 e 2015. Eleito deputado federal em 2014, foi presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, cargo exercido pela primeira vez por um deputado em primeiro mandato. À frente da CCJ, aprovou 300 propostas em caráter conclusivo: 154 projetos de lei foram remetidos ao Senado Federal; 19 projetos de lei foram encaminhados à sanção; e 127 projetos de decreto legislativo foram remetidos ao Senado.

Entre os temas, as duas denúncias contra o ex-presidente Michel Temer; a que prevê eleições diretas no caso de vacância da Presidência e da Vice-Presidência da República a qualquer tempo do mandato, exceto nos seis últimos meses; a que garante 1% da receita corrente líquida da União para o financiamento do Sistema Único de Assistência Social (Suas); a que põe fim à prerrogativa de foro especial para autoridades; a que veda as coligações entre partidos nas eleições para deputado (federal e estadual) e estabelece cláusula de desempenho para o funcionamento parlamentar das legendas; a que transforma o Dia Nacional da Consciência Negra – comemorado em 20 de novembro – em feriado em todo o país; a que inclui, entre as obrigações do Estado, elaborar e executar, de forma articulada com as várias esferas do poder público e da sociedade civil, planos nacional, estaduais e municipais de enfrentamento ao homicídio de jovens.

Em 2016, foi candidato a prefeito de Belo Horizonte terminando em terceiro lugar, com 10% dos votos. Em 2018, foi eleito senador por Minas Gerais com 3.616.864 votos. É líder do Democratas no Senado e presidente da legenda em Minas Gerais. Sempre atuou, de forma independente, em defesa do aprimoramento jurídico do país e do fortalecimento da educação, saúde, segurança e da geração de emprego e renda.

 

2000

Formou-se em Direito pela PUC Minas, especializando-se em Direito Penal.

 

2012

Tornou-se Conselheiro Estadual da OAB/MG, assumindo as presidências da Comissão Nacional de Apoio aos Advogados em Início de Carreira e da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas.

 

2013

Eleito o mais jovem Conselheiro Federal da Ordem dos Advogados do Brasil.

 

2015 

Integrou o Conselho de Criminologia e Política Criminal do Estado de Minas Gerais.

 

2014 

Eleito deputado federal com 92.743 votos.

 

2017

Eleito presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, cargo exercido pela primeira vez por um deputado em primeiro mandato.

 

2018

Assumiu a presidência do Democratas em Minas Gerais.

 

2018

Eleito senador por Minas Gerais com 3.616.864 votos.

 

2019

Assumiu a Liderança do Democratas no Senado.

 

2021

Venceu a eleição para presidente do Senado.

 

 

Receba nossas novidades por email