Democratas Pacheco pede soluções para antecipar calendário de vacinação no país - Democratas

Pacheco pede soluções para antecipar calendário de vacinação no país

14 abril 2021

Compartilhe

Depois de reunião do comitê nacional de enfrentamento à pandemia, realizada nesta quarta-feira (14), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), pediu ao governo federal que sejam estudadas e aplicadas todas as medidas para antecipar o cronograma de vacinação contra a Covid-19 no país. O encontro aconteceu no Palácio do Planalto.

O parlamentar foi responsável por encaminhar as principais demandas dos estados ao colegiado. Pacheco solicitou ainda que o Ministério da Saúde colabore com governos estaduais e municipais para a aquisição e repasse de kits de intubação e oxigênio usados na internação de pacientes com coronavírus.

“Fizemos a súplica ao senhor ministro da Saúde que possa tratar sobre a antecipação do cronograma e identificação constante das formas de antecipação desse cronograma para que tenhamos a população brasileira vacinada, toda ela, no ano de 2021 da forma mais breve possível”, explicou o presidente da Casa durante entrevista concedida depois da reunião.

Rodrigo Pacheco destacou a aprovação das vacinas Sputnik V, da Rússia, e Covaxin, da Índia, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), como ações contundentes para acelerar o calendário de vacinação do país. Além disso, o parlamentar citou como iniciativa importante a tratativa do governo federal com a Organização Mundial da Saúde (OMS) para priorizar o repasse das doses de imunizantes que cabem ao Brasil no consórcio Covax Facility. O acordo prevê 42 milhões de doses da AstraZeneca até o fim de 2021.

Contribuição

Como respostas do Congresso à crise, Pacheco destacou projetos que estão em discussão e que preveem a instituição da imunidade tributária para vacinas destinadas ao combate de emergências de saúde pública (PEC 4/2021), e o projeto que restabelece medidas de enfrentamento da pandemia (PL 1.315/2021), ambos já aprovados pelo Senado.

O presidente também pediu a sanção do projeto que permite a empresas e pessoas físicas abaterem do Imposto de Renda 2021 as despesas de contratação de leitos clínicos e de UTI para uso de pacientes com Covid-19 (PL 1.010/2021). Para Rodrigo Pacheco, a dificuldade de credenciamento de leitos de UTI no Sistema Único de Saúde (SUS)  ainda está entre as reclamações dos governos estaduais.

Além disso, o senador afirmou que está em busca de entendimento para votação do projeto que facilita a compra e a aplicação de vacinas contra o coronavírus por empresas privadas no plenário da Casa (PL 948/2021). 

“Esse projeto está sendo discutido no âmbito do colégio de líderes do Senado Federal. Reconheço muita resistência dos senadores em relação ao andamento do projeto, mas estamos trabalhando no diálogo, no colégio de líderes, para avaliar a oportunidade de pauta desse projeto no Senado Federal”, acrescentou.

 

* Com informações da Agência Senado
* Foto: Marcos Brandão/Senado Federal

 

Para saber mais sobre nossos líderes, acompanhe os canais digitais do Democratas:
Twitter             YouTube             Instagram

Voltar

Receba nossas novidades por email